quarta-feira, 17 de junho de 2009

O COMEÇO DE TUDO : PAIXÃO AVASSALADORA, SEM EXPLICAÇÃO!


Esta revista, um exemplar da Autosporte de outubro de 1965 foi a responsável-mor pela minha paixão por automobilismo. Na capa traz o inesquecível Jim Clark e seu sorriso de gênio. Número 12, segundo a mesma capa, custando 500 cruzeiros. Meu pai as comprava, eu fuçava, nem sabia ler ainda, tinha menos de seis anos. (Não, não fui uma criança precoce, daquelas que se alfabetizam sozinhos aos três anos e pouco: fui normal). Meu exemplar encontra-se meio danificado, mas o interior não é de se desprezar: coberturas dos GPs da Alemanha, Inglaterra e Holanda, com fotos exclusivas (em preto e branco) do grande Geoffrey Goddard. Um excelente perfil de Jim Clark com o título "O rei que só quer ser fazendeiro", um perfil de Pierre Levegh - aquele do acidente de Le Mans, que pretendo reproduzir aqui a qualquer momento. Também cobria as 12 horas de Reims, na França, vencida pela dupla Rodriguez-Ghichet e uma prova de Formula 2 em que o então novato Jochen Rindt derrotou entre outros, Clark. Também cobria uma viagem do inesquecível Luiz Antonio Grecco ao velho continente para fazer contatos. Não tinha como não se apaixonar pela revista e pelo esporte!

3 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

raríssimo esse exemplar, vc tem uma relíquia em suas mãos. agurado ansiosamente pelas matérias.
abs

Caio Fittipaldi disse...

Meu pai não sei se quer vender, mas quem quiser comprar pode falar comigo... shuashuasha

tá facil mesmo, essas revistas já duraram muitas mudanças de casa, sol, chuva e algumas reformas, não vai ser agora que ele vai se livrar delas... shaushasuha

Speeder_76 disse...

Só digo isto: que relíquia! Merece ser guardada num museu ou numa biblioteca, para que as gerações seguintes possam saber como eram abordadas as corridas há mais de 40 anos...