domingo, 26 de abril de 2009

GP DO BAHREIN: BUTTON VENCE A TERCEIRA DO ANO




A corrida em si não foi das mais emocionantes e para os brasileiros em particular bastante frustrante: além do péssimo desempenho da Ferrari e de Felipe Massa (atingido na largada por s eu companheiro Raikkonen, teve uma asa dianteira danificada, parou cedo e nunca mais  esteve na disputa), de uma prestação apenas regular de Nelsinho Piquet (corrida decente, mas nada empolgante e fora dos pontos) e do equívoco de estratégia da Brawn GP na corrida de Barrichello (anteciparam uma parada nos boxes fazendo-o perder tempo), temos que nos conformar: todos os três foram devidamente batidos por seus companheiros de equipe.
Mas a maior tragédia para a torcida brasileira talvez seja a péssima qualidade da narração de Galvâo Bueno da TV Globo, com erros constantes, informações equivocadas, interrompendo seus comentaristas sem cerimônia e o mínimo senso de educação, hoje ele conseguiu uma proeza: superar sua mediocridade já famosa! Uma pessoa inteligente pensando em voz alta pode ser embaraçosa, uma pessoa muito aquém de inteligente pensando em voz alta pode ser francamente uma desgraça, e foi o que se viu e ouviu durante a transmissão da corrida de hoje.
Quanto à corrida em si, as Toyotas não mantiveram a forma da classificação, e apesar de Timo Glock ter pulado na ponta no início, e Jarno Trulli ter feito excelente prova, classificando-se em terceiro no final, eles ainda não têm um carro realmente capaz de dominar uma corrida por inteiro. A Brawn GP, após o susto da classificação, teve uma estratégia limpa com Jenson Button, que está pilotando bem e com a cabeça focada no seu trabalho. Rubens, poderia ter sido um dos protagonistas da prova, mas infelizmente, acredito que seu nível mental esteja um ponto abaixo do de seu companheiro de equipe, pois apesar de ter pilotado bem, no cômputo geral conseguiu apenas uma quinta posição, com um equipamento claramente capaz de lhe dar algo bem melhor no final.
Vettel quietinho, quietinho, vai somando pontos no campeonato e se firma para as disputas na Europa como um dos favoritos, pois o Red Bull parece ser um conjunto muito bem acertado. Seu companheiro de equipe Mark Webber, realmente não se encontrou no Bahrein, após o excelente segundo posto na corrida da China. A Mclaren lentamente vai fazendo o seu dever de casa e coloca o excelente Hamilton nos pontos, o que não se pode dizer de seu medíocre companheiro, Kovalainen, que apenas se arrastou pelo fim do pelotão. Raikkonen fez uma boa corrida tirando da Ferrari tudo o que esta podia lhe dar, além de tirar a outra Ferrari (de Massa) da disputa. Alonso com um carro nítidamente inferior foi o piloto combativo de sempre e beliscou um pontinho com a oitava colocação. Destaque negativo para as BMW Sauber que fizeram seus dois (bons) pilotos serem meros coadjuvantes durante a corrida, situação embaraçosa para a orgulhosa equipe suiça.
Quanto ao meu bolão, continuo praticamente invicto: nenhum acerto!

5 comentários:

Caio Fittipaldi disse...

Queria acertar alguma coisa como, nao colocando o líder do campeonato nem entre os oito primeiros, e colocando que o Nelsinho ia descolar um pontinho, é pai, melhor rever seus conceitos.

Cezar Fittipaldi disse...

Tem razão....rs....então começa a fazer suas previsões você também....

Antonio Manoel disse...

Cezar

O duro é que eu ate tinha uma certa paciencia com a Galvão, mas ele ta definitavamente um pé no ....
O cara corta os outros, puxa o saco dos brasileros demais da conta e só fala merda,

Abraço

Ingryd Lamas disse...

muito obrigada!

:)

Henry disse...

Caro Cezar,
Boa análise.

Para o Galvão, tecla MUTE e som no radinho ...

Um abraço,
Henry