terça-feira, 28 de julho de 2009

CURTAS, MUITO CURTAS

Ando trabalhando demais, por isso a aparente ausência daqui. Mas estou atento ao que acontece no mundo, e em particular ao nosso mundinho particular do automobilismo. Pitacos meus:
- Chata a possibilidade de a BMW abandonar a Formula 1. Parece que a crise foi brava pelos lados da famosa marca bávara, e uma reunião "emergencial" foi marcada para amanhã. Com o desempenho da equipe este ano, ninguém vai sentir muito a falta deles, mas pode ser o prenúncio de outras montadoras pulando do barco (Toyota, Renault?), a exemplo do que fez a Honda.
- Ótimas notícias referentes á recuperação de Felipe Massa. Nesse momento tudo o que importa é que ele se restabeleça plenamente, e isso o baixinho parece estar fazendo. Continuamos na torcida.
- Papo de aranha sobre quem vai substituir Massa nas próximas corridas. Eu apostaria em Badoer, mas até o Obama já foi citado, o pessoal chuta muito...
- Continuo com implicância com o tal de Grosjean pela falta de modéstia. Se ele ocupar o cockpit de Nelsinho Piquet, duvido que faça mais que o brasileiro, que não foi muito. Já vi duas batidas suas este ano, em Mônaco com o doidinho do Zuber (acho que a culpa foi dividida, apesar de terem malhado o austríaco) , e agora na Hungria, quando apesar da culpa ter sido do franco-suiço, o punido foi o Perera. Enfim....veremos.

2 comentários:

Raphael Serafim disse...

Juntou a fome e a vontade de comer na Fórmula 1...Como se não bastasse a tão famosa crise financeira (que afetou e muito o setor automotivo)...veio a falta de resultados convincentes (essa soma fez com que a Honda se retirasse da categoria)...agora a BMW, que vinha numa evolução enorme...chegando a ser considerada como favorita ao título por alguns...(por ser uma das primeiras a investir no carro desse ano...sacrificando robert Kubica da disputa do título do ano passado)...e nesse ano sendo um fiasco enorme...logo logo a Toyota vem atrás nessa fila...

Quanto ao substituto de Massa na Ferrari...só faltou falar no Bruno Senna ou Lucas Di Grassi...mas creio que seja algum piloto italiano que o substitua...mas seria interessante que o Bourdais substituisse o Massa.

Abraços

Antonio Manoel disse...

Cezar

Isso é mais um alerta pra essa gastança toda, 600 a 700 milhões de dolares ao ano por equipe é muita grana(Eu acho ate que deve ser bem mais).
Essa conversa do Galvão que a F 1 é o maximo é certa , o problema é que esse máximo tá muito alto, as outra categorias tambem deveriam ser mais limitadas em seus orçamentos e tentar conter essa gastança toda, todas as montadoras tem acionistas que torcem o nariz com todo esse dinheiro torrado à toa na ótica deles, claro.
Seria ingênuo achar que iriamos tambem voltar com os velhos tempos das fabricas de F 1 de fundo de quintal, mas alguma coisa tem de mudar.
A Ferrari tá nisso porque , claro a Fiat banca e a equipe tem ótimos resultados ano apos ano, queria ver se tivesse lá em embaixo uns dois anos, o que iria acontecer.
Qualquer cagadinha da equipe o Luca Montezemollo manda todo mundo pra aquele lugar.

Abraço
Manoel