domingo, 30 de maio de 2010

TOURADA TURCA ACABA MAL E TOUREIROS HAMILTON E BUTTON GANHAM COM ISSO















































Foi boa a corrida, tenho que dizer. Mesmo sem a chuva (pingou um tantinho, nada que assustasse a Prost algum) a corrida teve boas disputas em quase todo o pelotão. Na frente as duas Red Bull, não tão absolutas como se imaginava, uma vez que as Mc larens e seus dutos frontais ofereceram ótima resistência, um pouco mais atrás as duas Mercedes, os Renault, as decadentes Ferraris e o resto. Webber parecia ter a corrida a seu bel prazer, mas Vettel não pensava assim. E estava certo o Chuck, pois se acostumar a dar mole a vaca, ou o boi vai para o brejo. Um deles, o seu, foi. Numa tentativa no mínimo duvidosa o jovem tedesco comprometeu sua corrida e suas chances no campeonato no que me pareceu uma manobra desesperada para restaurar o "status quo" dentro do time. Não deu, saiu dizendo que seu companheiro canguru era louco, e depois da turma das relações públicas lhe passarem um sabão em particular e reprogramar sua língua, surgiu manso e dizendo as coisas certas, que aquilo foi acidente de corrida e tal. Não foi não, foi manobra de desespero mesmo e o "wunder kid" vai ter que buscar extra-motivação para virar o jogo.
Na Mclaren quase a mesma coisa. Amplamente superado em estratégia pelo seu companheiro Button este ano, Hamilton sabia que uma chance como a de hoje não vai acontecer com muita frequência e ambos lutaram pela vitória com garbo e competência. Digno de campeões mundiais. Os outros dois campeões mundiais do pelotão, Schumacher teve uma boa corrida com um carro que não lhe permitiu ir muito além do quase-pódio, um bom quarto lugar e melhor, outra vez á frente de seu jovem companheiro, que chegou em quinto. Kubica desta vez teve o companheiro Petrov a lhe acompanhar no pelotão da frente, mostrando a evolução dos carros Renault e a do próprio russo, que pena, foi tocado por um combativo Alonso e levou a pior. Massa burocrático ficou em sétimo lugar, muito pouco para quem almeja lutar pelo título. Alonso, pelo menos tem a desculpa de ter largado atrás, mas as Ferraris estão um tanto atrás em termos de desenvolvimento e deve ter sido difícil para o espanhol ter andado na cola de ambos os carros de sua ex-equipe a tarde toda! Sutil, batalhador e finalmente o primeiro ponto para a Sauber com Koba-san foram bons destaques, assim como De la Rosa. valente e Alguersuary, rápido e mais eficiente que seu companheiro Buemi. Barrichello teve corrida discreta, com uma má largada a comprometer os resultados, mas ainda assim foi melhor que o jovem Hulk, que repito, ainda não ficou verde. Senna fez boa corrida dentro do possível e Di Grassi arrastou-se melancólicamente após partir dos boxes.
De qualquer maneira, a forma como a equipe Red Bull lidar com a iminente crise de relacionamento entre seus pilotos pode definir o campeonato, pois uma disputa fraticidade e kamikaze entre os dois vai beneficiar as demais equipes, notadamente a Mclaren, que parece ser a mais próxima rival no momento.

2 comentários:

Rui Amaral Lemos Jr disse...

É o Tião aprontou!

Ron Groo disse...

Eu gostei, independente do resultado, houve competição pelo primeiro lugar.
Há tempos não se discutia uma vitória com tanta força dentro da pista e com tantas possibilidades.

Tomara que a Ferrari aprenda algo com isto e acabe com o "tragam as crianças para casa"