quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

SCHUMACHER CONFIRMADO NA MERCEDES



Como tem sido especulado por aí, hoje aconteceu a confirmação oficial da volta do heptacampeão de Formula 1 Michael Schumacher à categoria, pela Mercedes (ex Brawn GP) de seu amigo do peito e irmão-de-fé-camarada, Ross Brawn. Múltiplas análises podem ser feitas do fato do retorno em si, previsões em relação ao desempenho. Eu brinquei num post de alguns dias atrás que a Schummy falta apenas a glória de morrer no auge, para se igualar a seu ídolo Ayrton Senna, e que talvez seja isso que sua megalomaníaca personalidade esteja buscando. Ele realmente não tem nada a provar e muito menos a ganhar. Se for campeão novamente, será apenas o oitavo título, e outros já retornaram e foram campeões, como Niki Lauda e Alain Prost. A aposentadoria o incomoda, certamente, vide suas corridas de kart e (doloridas) motocicletas. Quanto ao fato de ele ser competitivo, eu não tenho dúvidas que o será. Deve bater Rosberg com uma certa facilidade, mas isso eu falo como palpite, e opinião subjetiva. Até porque não acho que Nico seja essa maravilha toda. Livros de recordes, metas pessoais, novo sistema de pontuação, a temporada do ano que vem promete. Focado e motivado, não penso que Schummy entrará numa roubada, desonrando seu invejabilíssimo currículo, assim como não o fez em 2009 ao perceber que o carro da Ferrari era uma "bomba" (pobre Badoer) e que seu pescoço ainda doía. Schumacher é o Senna teutônico, obcecado, preparado e com um único objetivo: vencer! Não se enganem, portanto. Seus duelos com Alonso e Hamilton, principalmente, e com Massa e os outros, serão fantásticos.

2 comentários:

Ron Groo disse...

Já soltei meus rojões.

Paula disse...

Amigo Cezar,

Desejo-lhe um Feliz e Santo Natal junto de quem mais gosta, e um óptimo 2010. São os votos da amiga,

Paula Peixoto