sexta-feira, 25 de junho de 2010

DA SÉRIE: DUNGANAS, ME ENGANAS E UMA SAGA MEDIOCRIANA


Todos sabem que gosto de Portugal e dos irmãos portugueses. Mas hoje eu estava torcendo pelo Brasil sem culpa e tampouco remorso. Assisti, no entanto, a um medíocre espetáculo de pseudo-futebol, fruto da mente pequenina de nosso treinador verde amarelo, medroso como sempre, infeliz em suas relações com a imprensa, torturado pelo medo do sucesso. O primeiro tempo foi uma demonstração de parco futebol, algumas pancadas desnecessárias e habilidade nenhuma. No segundo, Portugal pareceu acordar para o jogo e as modificações que seu treinador (meia-boca também) pelo menos surtiram algum efeito. Mas a objetividade foi zero. Muito pouco para um time que tem um craque do calibre de Cristiano "cuecas" Ronaldo e menos ainda para um Brasil que tem craques da estirpe de Josué e Grafite, os grandes! Enfim, melhor parar minha profundíssima análise técnica e tática por aqui, pois felizmente, teremos Grande Prêmio no domingo, e o final de semana não será tão amargo afinal. Na Formula 1 eu sempre torço por bons pegas, e isso, ultimamente, temos de sobra. Gosto dos brazucas, claro, mas que dá um prazer danado ver um Hamilton, um Alonso, um Vettel, mesmo um Button ou Kubica duelarem, isso dá!

Volto logo.

2 comentários:

Paula disse...

Ola amigo. Não temos assistido a um bom mundial na minha opinião, com algumas excepções...mas o futebol tem sido fraco. Embora seja portuguesa, torço também pelo Brasil...espero que seja o campeão... mas acho que esta jogando muito lentoooo.

Abraços

Bom final de semana.

Paula

Cezar Fittipaldi disse...

OI Paula,

o futebol de hoje é extremamente pragmático, quase sem emoção devido aos altos valores envolvidos. Também torço por Portugal, exceto quando meus amigos portugueses vem me provocar e dizer que Eusebio foi maior que Pelé. Heresia! Eusébio foi bom, só. Pelé é o cara.
Vamos torcer agora para que o futebol de Cristiano Ronaldo, este sim, muito melhor que Kaka em minha opinião, apareça.
Abraços.