terça-feira, 2 de março de 2010

PENSANDO (E REFLETINDO) COM OS PRÓPRIOS BOTÕES


A ansiedade natural que nos atinge a poucos dias do início da nova temporada é turbinada pelas indefinições, incertezas, presenças de quatro campeões mundais (que bem poderiam ser cinco, se não fosse a extrema "sou mais eu mesmo" atitude do senhor Kimi), picaretagens, fiascos e por aí vai. Vale qualquer factóide para chamar a atenção. E tem um arrepio na espinha (pessoal) que deixo para contar no final.
Comecemos pelo anúncio via e mail da assessoria de imprensa da nova equipe Lotus ( esse blog - chique nos úrtimo - está na listagem deles) de que a CNN vai patrocinar a equipe. Pode até não rolar grana, mas o prestígio da grande emissora de notícias norte americana com certeza é um boost extra-pista para os malayos. Em tempos de vacas anoréxicas em termos de liquidez financeira, um apoio desses não é de se jogar fora. Ponto para o Tony Fernandes.
O Wladimir Putin - talvez a figura mais emblemática do que sejam as máfias russas - que é o poderosíssimo Primeiro Ministro do simpático país do leste europeu, garantiu que vai ajudar financeiramente a equipe Renault, pelo fato de contarem entre seus pilotos com o também russo Vitaly Petrov. Uncle Bernie deve estar regozijando-se na cova - mas como? ele ainda não morreu? - sorry: morreu sim, mas esqueceram de enterrar. O fato é que os rublos misteriosos podem irrigar não apenas uma equipe, mas toda uma categoria, assim como os petrodólares dos árabes fizeram nos anos setenta e oitenta.
O Lewis Hamilton finalmente cortou parte do cordão (não umbilical, lógico) que o unia a seu pai Anthony. Parece que o velho já não é mais seu empresário. Aliás, por falar no papa Hamilton, de bobo ele nada tem, pois seu gerenciamento de carreira, explorando bem o talento então incipiente do filho infante, o fator racial e tudo mais o levou ao mais alto degrau do esporte. Agora em sociedade com o ex-piloto Mark Blundell ele se lança a gerenciar as carreiras de outros jovens talentos e também está envolvido em futebol. O papa sabe das coisas!
O extremo mal gosto do carro da stock car do Ricardo Zonta com as cores do Corinthians. Arghhhh. Não é por seu palmeirense que digo isso, aliás detestaria ver as cores do Palmeiras em algum carro de corridas. De alguma forma sou um purista e ainda acho que automobilismo é automobilismo e futebol é futebol. Cada qual em seu quadrado (ou retângulo, ou curvas, sei lá).
E isso nos remete ao frio na espinha. Seguinte: estava escutando a entrevista do picareta mor Peter Windsor no site da revista Corsa argentina. Em determinado momento o entrevistador pergunta a Windsor o que ele acha de Lopez (isso antes dos argentinos finalmente terem descoberto o logro - compraram um terreno na lua e ao não receberem se mostram indignados!). Pois bem, o cara-de-pau inglês pronunciou uma frase que me causou uma quase-convulsão: disse que Lopez tem "star quality" e que quando entra numa sala, todos prendem a respiração, pois ali está um astro!!!! Pelas barbas do profeta do Silvio Luiz! Isso me remeteu aos anos oitenta na Inglaterra, onde um jovem Cezar, recém chegado do Brasil, caipira de quatro costados, migué, como dizem lá em Ourinhos, ouviu de seu primeiro instrutor de escola de pilotagem, após uma dúzia de voltas num velho e lento Formula Ford, num circuito úmido e com um frio glacial a seguinte frase: "você certamente é material para Formula 1 !" E o pior é que o mané aqui acreditou!!!!! Esses ingleses quando decidem ser picaretas colocam qualquer malandro carioca ou mafioso russo no chinelo. E tenho dito!

Um comentário:

Rui Amaral Lemos Jr disse...

Caro Cezar(quando vai uma pedrada tenho que começar assim)quanto a ter quatro ou cinco campeões na pista vai depender do Massa encarar de frente o Alonso e andar no mesmo ritmo dele,o que espero de coração, ou vc acha que a Ferrari continua com Kimi sb contrato e pagando muitos milhões para que?
Vc sabe que duas opiniões que respeito e acompanho são as suas e de meu amigo Carlos de Paula, mas acho que esta pergunta se faz pertinente.

Abs

Rui