segunda-feira, 26 de setembro de 2011

UMA DAS RAZÕES PELAS QUAIS EU SOU FÃ DOS GAÚCHOS: ELES FAZEM ACONTECER!


Quem acompanha meu blog sabe que eu raríssimas vezes reproduzo press releases. Todos os textos são meus, pelo menos até que com um lenço branco, da mais alta janela da minha casa eu lhes abane adeus (parafraseando Fernando Pessoa). Na verdade, não gosto de assessores de imprensa, me perdoem meus amigos jornalistas. Já trabalhei em jornal e mesmo agora, um assessor de imprensa de um político sacana, se faz de bobo e surdo e mudo. Recebo releases de produtos, geralmente carros, que teria vergonha de subescrever. Enfim, não vem ao caso. O texto que reproduzo a seguir não é um press release, e sim a íntegra de um e mail muito gentil que o amigo Carlos Giacomello me enviou. Eu havia pedido para que ele me mantivesse informado sobre a categoria, então, ai vai:

Cézar

No ultimo final de semana, a fórmula 1.6 RS atingiu a meta que tinha sido estabelecida lá em julho de 2010, para ser atingida no final de 2011.
Alinharam 20 carros no Autódromo do Velopark,(veja foto anexa) sendo que 21 carros estavam lá, porém um carro não participou por quebra do motor.
Quando nos reunimos naquela oportunidade a categoria estava passando por dificuldades, com poucos carros no grid e com péssimo
conceito junto aos clubes e federação.
Contava porém com um pessoal com grande capacidade, infelizmente desmotivados.
A partir da escolha de uma comissão que passaria a gerir os interesses da categoria, iniciou-se um planejamento estratégico, focado principalmente no aumento do grid, com extensa publicidade dentro e fora do estado, convites para testes, remodelação do site, com novo administrador e paralelo a isso uma conscientização de todos os envolvidos para que os carros passassem por melhor manutenção a fim de evitar quebras, além da preocupação com o visual dos carros e equipes.
Trabalhamos junto ao Depto de Kart da FGA em busca de interessados vindo do kart.
Fomos atrás dos pilotos da extinta fórmula São Paulo oferecendo a mesma competitividade porém com o dobro do grid e com um custo por prova mais de 50% inferior à realidade deles.
Nosso pessoal buscou carros parados em todos os rincões deste Brasil e trouxeram para o RS a fim de adaptá-los ao nosso regulamento.
A comissão tecnica, ao elaborar o regulamento de 2011 manteve a premissa básica do custo baixo e paridade de equipamentos.
A Pirelli também se fez presente e subsidiou uma parte dos jogos de pneus para esa temporada, reduzindo o custo em 50%.
As Lojas Benoit, parceiras de primeira hora nesta nova empreitada, em 2010 distribuiram premios aos pilotos da categoria e em 2011 estão bancando o custo de transmissão das provas pelo Speed Channel, Ulbra TV e Rede Vida, ajudando a divulgar a categoria para toda a América Latina.
Varios sites e Blogs passaram a dar destaque aos monopostos gaúchos.
A Minelli, fabricante de chassis nos anos 90 voltou a se interessar e já está finalizando os primeiros chassis novos para entrega no final de 2011.
Todo este "barulho" acabou despertando  o interesse de muita gente e hoje a categoria conta com pilotos de Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e Tocantins além do grande interesse de paulistas e mineiros.
Grande Abraço.

Carlos Giacomello.


Um comentário:

Rui Amaral Jr disse...

Parabéns a eles, realmente o automobilismo gaúcho é uma história a parte...